Panicum maximum

No Brasil, as cultivares de Panicum maximum estão entre as gramíneas forrageiras mais utilizadas em sistemas de produção animal intensivos, pela ampla adaptação aos diversos ambientes e boa produtividade que apresentam. Entre as vantagens destes materiais, destaca-se a facilidade de estabelecimento, elevado valor nutritivo, alta resposta à adubação e potencial produtivo. Os cultivares são indicados para serem manejados sob pastejo rotacionado ou conservados na forma de silagem, apresentando alto potencial de resposta em produção animal.