Brachiaria Híbrida cv. Mulato II

Mulato II é a braquiária híbrida pioneira no mercado brasileiro. Este híbrido possui alta qualidade da forragem, elevada capacidade de perfilhamento e permite excelente produtividade animal.

 

Esta iniciativa marca o início de uma série de ações voltadas à oferta exclusiva de híbridos e tecnologias no mercado de forrageiras.

OBSERVAÇÕES GERAIS PARA PLENA PRODUTIVIDADE

PARA UMA AVALIAÇÃO ESPECÍFICA, PROCURE NOSSA EQUIPE TÉCNICA

 

AMAZÔNIA
Uso não recomendado em regiões que apresentam solos
rasos, sob condições de alagamento ou encharcamento
prolongado, e/ou com regime de chuvas acima de 2.000
mm mal distribuídos, ou seja, com meses que apresentam
precipitação acima de 300 mm.

CAATINGA E PANTANAL
Em função de prolongados períodos de seca ou da presença
de áreas sazonalmente alagadas, respectivamente,
seu uso deve ser avaliado caso a caso nesses biomas.

CERRADO
Uso não recomendado em regiões que apresentam períodos de estiagem superiores a 6 meses ou com precipitação anual inferior a 800 mm, especialmente em áreas de baixa fertilidade, sem correção.

 

MATA ATLÂNTICA
Em regiões com casos de geadas, apesar da persistência da forrageira,
deve-se ter atenção especial para o manejo da planta.
Recomenda-se correção de acidez e fertilidade.

 

PAMPAS
Este bioma caracteriza-se pela grande variação de temperatura,
com eventuais ocorrências de geadas e presença de solos
ácidos e de baixa fertilidade. A forrageira apresenta persistência
a geadas, mas deve-se ter atenção especial para o manejo da planta nesses casos. Recomenda-se correção de acidez e fertilidade.