CEO da Agro100 e Agro Ferrari faz uma análise dos sistemas de distribuição e projeta tendências do mercado

Renato Seraphim indica mudanças no comportamento de consumo do produtor após a pandemia durante o Bate-Papo Barenbrug

Executivo avalia: "Quem conhecer melhor o agricultor vai ganhar o novo jogo após a pandemia"

"Precisamos entender a jornada do agricultor. Muitas vezes a gente trata o agricultor como consumidor normal, mas é diferente. O agricultor é um consumidor para a sua vida inteira." A inteligente declaração do CEO da Agro100 e Agro Ferrari, Renato Seraphim, representa o mote central abordado durante o novo episódio do Bate-Papo Barenbrug. O executivo conversou com o Diretor Geral da Barenbrug, Álvaro Peixoto, e fez análises sobre o sistema de distribuição no Brasil e elencou tendências do mercado.

 

Um ponto de alerta foi explanado durante o rico bate-papo entre os dois executivos: como será o relacionamento com o agricultor após a pandemia? Renato Seraphim foi claro e objetivo: o atual momento mudará o agronegócio, sobretudo, pela maneira de efetivar negócios entre canais de distribuição e clientes.

 

“A minha grande preocupação é perder o senso de calor com o agricultor. Depois de passar por tudo que estamos vivendo, entendo que as pessoas vão valorizar mais o relacionamento, mas vão valorizar mais o relacionamento de qualidade. O relacionamento consultivo.  Aquele relacionamento que verdadeiramente agrega o lado pessoal e profissional. Este é o grande desafio: preparar pessoas para o novo conceito de relacionamento com o cliente. ”

 

Por fim, outro tema interessante abordado foi a sustentabilidade. “As pessoas precisam entender mais que o agricultor é o maior preservador hoje da vegetação. Em São Paulo, local que já foi o grande motor da agricultura brasileira, todo agricultor precisa deixar 20% de reserva. Não tem jeito. E quem paga esse 20%? O agricultor paga isso sem subsidio. O governa não ajuda. A sociedade não ajuda. E o agricultor preserva. Nós precisamos reverenciar mais o agricultor", complementou Renato.

 

Veja o bate-papo completo: 

 

voltar