Grama Barenbrug e Cruijff levarão clube de futebol mexicano ao topo

Tornando o clube mexicano “Chivas” o melhor clube de futebol do mundo: esse foi o principal desafio de Cruijff como consultor do clube. As instalações necessitam ser boas e por isso Cruijff insistiu que a grama artificial fosse substituída por grama natural: grama Barenbrug.

 

Um dos primeiros temas de que Cruijff tomou conta foi mudar a grama do Estádio Omnilife de Guadalajara para natural. Uma grande notícia para Frank Barenbrug, diretor da companhia de sementes Barenbrug, e Roberto Berentsen, parceiro de Barenbrug no México. Eles contataram Cruijff e o clube de futebol e seis meses depois o gramado Barenbrug no estádio de futebol mexicano é uma realidade.

Naturalmente melhor

Em sua conta oficial de Twitter, Cruijff comentou: “O futebol que nós estamos querendo jogar funciona bem com grama natural. Nós acreditamos muito que tudo o que é natural funciona melhor.” Frank Barenbrug concorda totalmente: “Com frequência, o enraizamento nos campos esportivos é um problema. Essa é a razão por que nós aconselhamos Cruijff a usar a semente gramínea Water Saver. A raiz desta grama é profunda o que resulta em um gramado forte. Por certo, este é um aspeto importante no mundo dos esportes. Outra razão importante que influenciou o clube mexicano de futebol a escolher a grama Barenbrug para o seu campo foi o fato de a Water Saver resistir a seca.

 

Função de relevo

Claramente, os mexicanos estão muito entusiasmados com a iniciativa do holandês. “Nós consideramos a ajuda ilimitada de renovação do campo de primeira classe, dentro e fora do clube". relatou o jornal espanhol La Noticia. “Agora, Guadalajara está desempenhando um papel importante tanto no campeonato mexicano como no resto do mundo". É o arranque perfeito para Cruijff levar “seu” Chivas” para o topo do futebol.