Transição épocas águas/seca

Diminuição progressiva da intensidade e frequência das chuvas e da temperatura em algumas regiões. Menor fotoperíodo e intensidade da luz.

 

Manejo da pastagem

 

  • Ajustar taxa de lotação da propriedade e projetar os requerimentos de forragem de acordo a sistema de produção (cria, recria, engorda).
  • Fazer balanços forrageiros e nutricionais com o assessoramento de profissionais habilitados.
  • Época indicada para vedar pastos e diferir forragem que serão utilizados na seca. Reservar pastagens em boa condição produtiva com cultivares adaptadas ao diferimento (Marandu, Decumbens, Ruziziensis) ou mesmo realizar um pastejo com desfolha menos intensa (resíduo de pastejo mais elevado) durante um período maior.
  • Considerar para todas as espécies e cultivares um período de descanso das pastagens mais prolongado ou uma redução na taxa de lotação manejando alturas de pastejo mais altas. Isto permite a recuperação das pastagens, promove o desenvolvimento radicular e assegura a acumulação de reservas que permitam a sobrevivência das plantas durante a época seca.