Período da seca

Baixa disponibilidade de água no perfil do solo com redução das temperaturas em diversas regiões. Diminuição da produção de massa em todas as espécies forrageiras.

 

Manejo da pastagem

 

  • Monitorar regularmente a condição produtiva de cada pastagem. Avaliar a população de plantas, densidade de perfilhos vivos e disponibilidade de forragem em cada piquete para determinar as sequências de pastejo.
  • Definir a estratégia de uso das pastagens segundo o crescimento das pastagens. Adequar a taxa de lotação e a categoria animal à disponibilidade e qualidade de forragem.
  • Em pastejo rotacionado, diminuir a intensidade de pastejo para deixar resíduo mais alto, com maior proporção de folhas e manter uma alta população de perfilhos vivos.
  • Planejar a utilização da forragem diferida com categorias animais de baixos requerimentos de forragem de alta qualidade.
  • Evitar o super pastejo para assegurar capacidade de resposta na estação das chuvas e garantir persistência produtiva das pastagens.
  • Reservar pastagens em boa condição produtiva e alta qualidade de forragem para categorias animais críticas como bezerros de desmame, novilhas de primeira parição e recuperação da condição corporal de matrizes.

 

Suplementação

 

  • Devido às perdas em qualidade das forragens nessa época do ano, recomenda-se realizar a suplementação, sobretudo proteica, dos animais em pastejo. Considerar a situação das opções forrageiras disponíveis e os objetivos de produção de cada categoria animal.

 

Adubação

 

  • Tomar amostras representativas do solo e fazer análise de solo para subsidiar as recomendações de adubação de manutenção na época das águas.
  • Definir a estratégia de nutrição das pastagens para a época das águas. Planejar as práticas de adubação e correção do solo, para reposição de nutrientes no solo e para aumento da produção de forragem de alta qualidade.

 

Controle de formigas e insetos do solo 

 

  • Monitorar atividade de insetos como formigas cortadeiras, grilos, besouros, gafanhotos e cupins, particularmente em pastagens novas ou áreas de formação/reforma com histórico de ataque de pragas.
  • Controlar as mesmas no período seco, antes das primeiras chuvas.