Incrustação de sementes forrageiras

 

A incrustação de sementes forrageiras oferece proteção extra contra condições ambientais adversas as quais geralmente as sementes são expostas e facilita as operações de plantio, melhorando a implantação e o desenvolvimento inicial da pastagem, seja qual for o sistema de plantio adotado.

Vantagens da incrustação

 

  • Conveniência – apresenta facilidade na manipulação e pronta disponibilidade para o plantio;
  • Eficiência – melhora o fluxo das sementes dentro da semeadora, com mínimo risco de bloqueio, otimizando a distribuição das sementes;
  • Controle – o revestimento inclui pigmentos coloridos que facilitam a rápida identificação das sementes tratadas no campo, melhorando o controle durante plantio;
  • Segurança – a barreira física formada pelo revestimento minimiza os riscos de danos existentes quando do contato da semente com fertilizantes;
  • Uniformidade – a padronização de tamanho e peso melhoram a distribuição das sementes, especialmente em plantio a lanço e semeadura aérea;
  • Pureza – o uso de sementes incrustadas de alta pureza diminui a propagação de sementes de ervas daninhas, sementes chochas, gravetos e torrões, que podem trazer consigo agentes prejudiciais à área;
  • Proteção – a semente se encontra mais protegida contra flutuações de temperatura e outras adversidades climáticas, além de choques mecânicos e do ataque de aves;
  • Nutrição – a composição do revestimento com macro e micronutrientes contribui para o desenvolvimento inicial da plântula, especialmente em ambientes de menor fertilidade;
  • Prevenção – o uso de fungicida e inseticida previne o ataque de pragas e doenças desde os momentos iniciais da plântula, reduzindo ou eliminando a necessidade de controles posteriores;
  • Potencialização. O uso do inseticida Cruiser FS 350 apresenta um reconhecido efeito bioativador que estimula o desenvolvimento radicular e altera o metabolismo do nitrogênio, aumentando a qualidade nutricional da parte aérea.

 

Resultados

 

  • Economia de tempo – o uso de sementes incrustadas acelera o período total de estabelecimento ao garantir maior proteção e potencializar o desenvolvimento das plântulas, possibilitando uma entrada mais precoce dos animais nas áreas;
  • Economia de recursos – o tratamento imposto às sementes oferece proteção contra o ataque de fungos e pragas de solo, além do que a melhor distribuição das sementes na área contribui para o melhor “fechamento” do pasto e com isso reduzir a pressão por plantas invasoras, possibilitando economia de recursos no controle destes problemas;
  • Produtividade – pastagens bem estabelecidas apresentam maior potencial produtivo, o que consequentemente reflete no melhor desempenho animal que é o objetivo final da produção animal a pasto.