Gramíneas sustentáveis e economicamente viáveis

Durante o desenvolvimento dos nossos produtos, prestamos grande atenção não só à viabilidade econômica, mas também à utilização e gestão sustentável das gramíneas. Tendo isso em mente, o selo de qualidade Green Earth foi introduzido para ajudar os gestores de espaços verdes públicos a alcançarem uma gestão sustentável da vegetação. Este selo nos ajuda a trabalhar em conjunto para assegurar que as gerações futuras possam ser capazes de continuar a praticar esportes e desfrutar de atividades recreativas.

Gramíneas sustentáveis e economicamente viáveis

Gramas e capins são essencialmente culturas sustentáveis. Graças à sua capacidade de armazenar grandes quantidades de carbono no solo, ajudam a reduzir os níveis de CO2 na atmosfera. A mistura de diferentes tipos e variedades originou uma população variada de plantas que conseguem suportar qualquer tipo de condições extremas. Muito pode ser feito para assegurar a utilização e manutenção sustentável dessas plantas. Para isso, a Pesquisa Barenbrug investiu nos atuais temas mundiais de economia de água e uso eficiente dos recursos.

 

Selo Green Earth

A Barenbrug tem o conhecimento adequado para definição dos materiais mais eficientes em termos de viabilidade econômica e utilização e gestão sustentáveis dos recursos. As cultivares que satisfazem essas exigências recebem o rótulo Green Earth. O rótulo de qualidade indica que a cultivar, em comparação com as gerações anteriores, atingiu uma classificação mais elevada em pelo menos um dos seguintes requisitos: menor utilização de água, defensivos, fertilizantes ou menor necessidade de corte (no caso de gramados). A cultivar que recebe este selo de qualidade traz benefícios imediatos aos gestores de espaços verdes públicos.

 

Economia de água

A economia de água é um importante tema de debate mundial. Na última década, temos sido confrontados com condições climáticas cada vez mais extremas.  As estações chuvosas e secas parecem sofrer mais frequentemente de períodos de seca extremamente longos ou de precipitação intensa. O calor e a seca fazem com que as gramas e pastagens precisem de mais água justamente no período em que a água é mais escassa. Obviamente, o problema mais importante é a necessidade mundial de água potável. Por isso, a necessidade de água para irrigação não é a prioridade máxima, mas é necessário para o crescimento de culturas como as gramíneas. Estas plantas estão enfrentando desafios cada vez mais difíceis devido às alterações climáticas e à crescente escassez de água. As gramas e pastagens com raízes longas conseguem extrair facilmente mais água do solo, reduzindo assim a necessidade de irrigação.

 

Menor necessidade de corte

Uma característica de gestão sustentável especificamente dos gramados é a menor necessidade de cortes. Como resultado das elevadas temperaturas e da maior exposição solar, os gramados conseguem produzir uma grande quantidade de massa durante a fase de crescimento. Isso significa que é necessário a realização de cortes mais frequentes, levando por sua vez a maiores custos de mão-de-obra, combustíveis e máquinas, bem como a um aumento nas emissões de CO2. A Barenbrug tem investido fortemente em pesquisa na área da produção de biomassa de gramíneas. Isso revelou não só que as variedades diferem entre si, mas também que a altura de crescimento e a produção total também podem variar muito dentro de uma determinada variedade.  O rótulo Green Earth é atribuído à variedades que requerem menos cortes e que, por isso, contribuem para economia de combustível e reduzem as emissões de CO2.

 

 

 

voltar