Alimentar 7 bilhões de pessoas

Dentro de duas décadas, a população mundial atingirá os 9 bilhões de pessoas. Mais pessoas significa mais bocas para alimentar: o crescimento populacional coloca uma grande pressão nos métodos de produção alimentar. Por essa razão, qualquer empresa que esteja direta ou indiretamente envolvida na indústria alimentar tem uma pesada responsabilidade. Nós não fugimos dessa responsabilidade, mas sim enfrentamos o desafio de fazermos a nossa parte.

Alimentar 7 bilhões de pessoas

As pastagens tem um papel importante na indústria de produção alimentar mundial. O aumento da população mundial e a prosperidade crescente que cada vez mais pessoas estão alcançando levam a uma maior procura de alimentos ricos em proteínas. Isso significa que a procura de produtos lácteos não para de crescer. O pasto é o principal componente para a produção de produtos lácteos nutritivos e a fonte mais barata de produção de proteína de leite. O pasto desenvolvido com base num equilíbrio perfeito entre genética e tecnologia permite criar vacas saudáveis que fornecem o melhor leite.

 

Uma maior produção de proteínas brutas por hectare e de proteínas de leite por vaca serão necessários, de modo que as áreas agrícolas disponíveis devem ser utilizadas de forma eficiente para satisfazer a procura crescente de produtos lácteos. Quando a pastagem não contém nutrientes suficientes, são fornecidos suplementos alimentares às vacas, tais como silagem e alimentos concentrados. Estes produtos são muito mais dispendiosos do que o pasto, resultando em maiores custos de produção e leite mais caro. Razão suficiente para assegurar que o pasto de qualidade seja eleito alimento principal, de forma que as vacas não necessitem de outros alimentos mais caros para suplementar a sua dieta.

 

Melhorar a produtividade animal

Para ajudar os agricultores a aumentar a sua produção de leite, estamos empenhados em desenvolver características de valor agregado. Os nossos programas de pesquisa concentram-se numa série de características produtivas e de qualidade. Estes objetivos baseiam-se na criação de valor agregado e indicam o que é necessário desenvolver de forma a criar benefícios para o consumidor final e melhorar a produtividade animal. Estamos constantemente à procura de novas formas para assegurar um futuro saudável para a população mundial. Essa é a nossa contribuição na criação de um mundo melhor para as gerações futuras.

 

Um exemplo, fornecido pela divisão de pesquisa e desenvolvimento da Barenbrug

Um exemplo de uma característica de valor agregado foi o desenvolvimento da Festuca de folhas finas, que é uma forrageira que apresenta uma combinação ideal entre estrutura e valor nutricional. Esta variedade contribui para a boa saúde geral dos animais pois melhora a resistência das vacas à acidificação do rúmen já que a estrutura da planta promove uma melhor ruminação e produção de saliva. O elevado valor nutricional e a boa digestibilidade desta variedade também promove uma maior produção de leite e de proteína de leite por hectare. Por último, esta gramínea tem raízes muito longas, que fazem um uso otimizado dos minerais do solo: consegue absorver facilmente o nitrogênio, fósforo e potássio em locais onde as outras gramíneas não conseguem chegar. Assim, os agricultores conseguem reduzir ao mínimo necessário a utilização de fertilizantes, o que também é bom para o meio ambiente. Em resumo, esta variedade ajuda os agricultores a suprir a demanda crescente por produtos lácteos de forma a que as pessoas possam ter acesso a produtos lácteos nutritivos no futuro.

 

 

voltar